Quarta-feira
22 de Novembro de 2017 - 

Controle de Processos

Digite aqui seus dados para acompanhar o processo. Juntos lutamos pela Justiça!

Informativo

Cadastre-se para obter informações jurídicas

Previsão do tempo

Hoje - Santo Antônio ...

Máx
31ºC
Min
20ºC
Chuva

Quinta-feira - Santo A...

Máx
25ºC
Min
19ºC
Chuvoso

Justiça sergipana é a mais produtiva entre os tribunais de pequeno porte

A publicação do anuário Justiça em Números 2017, ano-base 2016, revelou que o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE) está em primeiro lugar na categoria de tribunais de pequeno porte. Quando incluída a área administrativa no cálculo, o TJSE ficou em terceiro lugar no grupo com 94%, frente à média nacional de 82%, alcançando posição de 6º lugar geral. Esse índice é composto com base na produtividade de magistrados e servidores, sendo consideradas a despesa total do tribunal e a taxa de congestionamento. O TJSE também alcançou o maior índice de conciliação (20,3%) de sua categoria, tendo atingido quase o dobro da média nacional (10,9%), e alcançado o terceiro lugar geral. O índice de conciliação abrange o percentual de sentenças e decisões resolvidas por homologação de acordo (1º Grau e 2º Grau) em relação ao total de sentenças e decisões terminativas proferidas. Em relação ao tempo médio de sentença nos 1º e 2º Graus de Jurisdição, o TJSE está em segundo lugar no Brasil, com seis meses, no 2º Grau; e um ano e dois meses, no 1º Grau. A média nacional é de sete meses no 2º Grau; e três anos e dois meses, no 1° Grau. O lançamento da publicação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) foi acompanhado de perto pelo Diretor de Planejamento do TJSE, Felipe Prudente; pelo Secretário do Comitê de Metas, Erick Andrade; e pelo Chefe da Divisão de Apoio Tecnológico, Cleverson Pereira. “O evento foi muito produtivo e contou com a participação da Ministra Cármen Lúcia tanto na apresentação do Relatório Justiça em Números como na apresentação das propostas de Metas Nacionais. Os resultados apresentados foram positivos e o evento foi bastante participativo” disse Felipe Prudente. A comitiva do TJSE também participou de uma reunião de discussão de metas e de um workshop sobre estatística, com esclarecimento de dúvidas quanto ao anuário e ao Selo Justiça em Números. Segundo Cleverson Pereira, "o evento alinhou conhecimento e compartilhou boas práticas para a composição de dados estatísticos do Poder Judiciário no país e permitiu uma visão ampla das ferramentas tecnológicas que estão sendo utilizadas pelo CNJ”.
13/09/2017 (00:00)
Visitas no site:  148058
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.